Na nossa sociedade ainda não falamos o suficiente sobre trauma e, consequentemente, não sabemos o suficiente sobre trauma. Não nos referimos necessariamente ao contexto clínico ou terapêutico, onde também há um longo caminho a percorrer. Falamos sim de conhecimento geral e essencial a todas as pessoas, em todos os contextos.

Ter informação sobre o que pode ou não ser traumático, como se pode manifestar, que terapias existem hoje em dia e como podemos minorar os seus efeitos e até mesmo aprender com o próprio trauma é o equivalente a sabermos o suficiente para estarmos alerta aos sinais, em nós e nos outros. Mais de 60% das pessoas apresentam estes ditos sinais, ou refletem no seu comportamento experiências de natureza traumática.

O conteúdo que preparámos no nosso curso online “Olhar o Trauma” podia ser considerado como um dos módulos de “primeiros socorros de saúde mental”, pensado para deixar cada participante com mais consciência de si próprio e dos outros, com maior compaixão pelas suas histórias e as dos outros.

  • O que acontece, no corpo e na mente, perante um evento traumático?
  • Podem as manifestações de trauma ser passadas de geração em geração?
  • Como ultrapassar a experiência do trauma e ganhar aprendizagem interna?

Se estas questões te suscitam curiosidade, junta-te à turma do nosso Curso Online “Olhar o Trauma”.