O essencial na fidelização de clientes.

O essencial na fidelização de clientes.

Hoje em dia não encontram nenhuma empresa que não se refira à importância do cliente. Mas na prática, poucas vezes as empresas aplicam uma política transversal com foco no cliente. Descubra cinco pontos essenciais para colocar efetivamente o cliente em primeiro lugar e conquistar a sua fidelização.

1 – Conheça o seu cliente e o que ele realmente privilegia.

Além do produto ou serviço, perceba outros pormenores que ele possa preferir, como prazos de entrega, formas de pagamento, formas de entrega dos seus produtos, etc.. Estes pormenores podem fazer toda a diferença na hora de fidelizar o cliente.

A capacidade de descobrir não só o que os clientes pretendem, mas também aquilo que os iria surpreender pela positiva é a chave do sucesso num ambiente competitivo do mercado atual. Quando as empresas podem fornecer ao cliente exatamente o que ele pretende, é muito mais difícil para os concorrentes, conquistá-lo.

Quando as empresas respondem às necessidades do cliente, este desenvolve sentimentos de lealdade e todas as empresas querem clientes leais: ajudam a garantir os lucros, são compradores frequentes, pagam preços mais justos e trazem novos clientes e oportunidades de negócio.

Para além de preencherem necessidades imediatas do cliente, as empresas que conhecem bem os clientes podem antecipar que inovações nos produtos e serviços criarão níveis de satisfação ainda mais profundos, superando expectativas e reforçando o vínculo à empresa.

2 – Utilize canais de comunicação eficazes.

Comunique, muito, sempre e de forma eficaz. Sabendo o que o seu cliente valoriza descubra quais os canais de comunicação mais eficazes a utilizar. Use-os nos dois sentidos, para comunicar com o seu cliente e para que ele possa entrar em contacto consigo ou com a empresa, nomeadamente em momentos de pós-venda. Ferramentas como o website ou blog da empresa, chat, linhas telefónicas e redes sociais são excelentes formas de manter os canais de comunicação aberta e demostrar disponibilidade para escutar o cliente.

3 – Marque presença.

Apesar dos benefícios das novas tecnologias e da comunicação digital, encontrar os clientes pessoalmente faz milagres. A comunicação presencial fornece melhores perspetivas e providencia a oportunidade de conseguir informações mais pormenorizadas. Visitas pessoais permitem aos gestores ganharem vantagens competitivas, desenvolvendo parcerias e reforçando laços com clientes em que ambas as partes beneficiam e aprendem. Os clientes “sem atenção” sentem-se ignorados e pequenos detalhes fazem a diferença. Reserve tempo na sua agenda para visitar clientes, sempre!

4 – Promoções e ofertas, um mimo aos melhores clientes.

Premiar quem nos prefere é uma regra de outro. Não falamos apenas de promoções para escoar stock, mas sim converter a preferência de um cliente satisfeito numa relação ainda mais estreita. Criar políticas comerciais especiais para os clientes que já compraram na empresa é uma forma de mostrar que valorizamos a sua preferência. E podemos até premia-lo com algo que não seja um produto nosso, mas com a oferta de algo que ele valorize, simplesmente porque o conhecemos bem. O segredo está em superar aquilo que o cliente espera da empresa ou da marca. Quando elevamos a sua satisfação com algo que é surpreendente!

5 – Procure diferenciais que tornem a sua marca única.

Nenhum dos 4 pontos anteriores surtirá efeito, se não encontrar realmente o diferencial que tornam a sua marca, produto ou serviço único em relação à concorrência. Para fazer a diferença, e destacar-se da concorrência, tem de compreender realmente o que faz melhor, o que faz diferente e em que é que isso beneficia o seu cliente. Se não o conseguir afirmar e demonstrar de forma clara, porque é que os clientes o vão escolher a si?