8 Fatores que influenciam a primeira impressão

8 Fatores que influenciam a primeira impressão

A Primeira Impressão
Ninguém tem uma segunda oportunidade de causar uma “boa primeira impressão”. A este propósito, vários estudos atestam que são necessários 3 segundos, para formarmos a nossa “primeira impressão” acerca de um indivíduo. Nesses segundos, os principais fatores que influenciam na formação da imagem são:

– A Visão (conjunto da imagem) do primeiro impacto com 25%;
– O Tom da Voz com 18%;
– A Adequação das palavras utilizadas com 14%;
– A Linguagem Corporal com 10%.

Uma boa imagem é a primeira coisa a vender para um cliente que se acaba de conhecer.
O visual adequado aumenta a probabilidade das pessoas prestarem mais atenção numa conversa. Acessórios e roupas inapropriados desviam a concentração do ouvinte. Invista numa “boa primeira impressão”.

Comportamentos
Na área comercial devemos demonstrar desde o início
– O objetivo da visita;
– Orgulho no que faz e/ou vende;
– Respeito pelo seu tempo e do cliente;
– Boa educação.

Hábitos
– A assiduidade e pontualidade são fundamentais para a formação de uma boa imagem profissional;
– Privilegiar sempre a comunicação personalizada;
– Não interromper a pessoa que está a falar;
– Ter atenção que os comportamentos em sociedade exigem o cumprimento de algumas regras.

8 Fatores que influenciam a primeira impressão

Postura
Deverá ser amistosa, agradável, natural e cativante, ainda que comedida.

– Não falar mal da concorrência. É mais vantajoso salientar as vantagens da sua empresa e fazer com que o cliente descreva os pontos negativos das outras.
– Não falar mal da concorrência do cliente, pois ainda não sabe de onde ele veio e nem vai saber para onde vai no futuro.
– Cativar um aliado, esteja ele onde estiver.
– Ser ético respeitando as regras vigentes na empresa onde trabalha.

Conhecimento
No caso de ter como objetivo conhecer o máximo possível do seu cliente, ser comedido em demonstrar excesso de conhecimentos, fornecer informações na medida do necessário e do interesse do seu cliente, mas sem querer “aparecer” como o “sabe-tudo”, pois tal atitude pode interferir negativamente na imagem e bloqueando a concretização.

Habilidades
Salientar não todas as habilidades, mas especificamente aquela pela qual você normalmente se sobressai, que todos comentam ser uma virtude nos primeiros contactos, o que em si cativa a pessoas. Essa habilidade é denominada de “fator único”. Descubra o seu fator único e faça uso dele principalmente nesse momento.

Competências
São um conjunto de conhecimentos, aptidões e atitudes que harmonicamente desenvolvidas produzem um resultado final esperado e desejado.

SABER OUVIR, é uma das competências fundamentais num bom profissional da área das vendas, como “consultor” que deve ser:
– Procurar os aspetos interessantes e simpáticos do interlocutor;
– Prestar atenção às suas ideias e opiniões;
– Procurar detetar os seus aspetos positivos.

Escutar é uma atitude de disponibilidade para receber as mensagens dos outros e tentar compreendê-las. Sem escutar, não haverá descodificação, nem interpretação. A escuta, não é uma atitude passiva, não é simplesmente ouvir. Fala-se em “escuta ativa” para sublinhar o papel ativo do recetor. Uma “escuta ativa” implica uma entrega ao outro, dedicando-lhe tudo o que nos permite receber a mensagem.

SABER FALAR é outra das competências fundamentais e que o profissional deve procurar melhorar e aperfeiçoar. As palavras são, muitas vezes, a chave com que se abre uma boa relação interpessoal. Por isso deve:
– Articular bem as palavras
– Falar com clareza
– Falar com naturalidade
– Falar com calma
– Cuidar da linguagem
– Usar bem a língua portuguesa
– Falar com harmonia.

Finalmente e como objetivo essencial da construção da Imagem Inicial, além de “ser” é também preciso “parecer” competente. Assim, antes do estabelecimento do contacto deve estudar a mensagem que quer transmitir, treinar e visualizar mentalmente os resultados pretendidos.